quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Quem tem a corda?


A amizade é isso, uma corda que dança,
unida entre as mãos, que não se desprende,
nem, nem se rompe,
a amizade é aceitar,
aceitar e dar,
dar, puxar orelhas, mas dar,
dar sem querer receber, dar porque se gosta,
dar sem criticar,
criticar e dar,
sem juízos,
com abraços,
com sorrisos, telefonemas fora de horas,
música que chega,
um farol numa mensagem,
a amizade é isso,
é abraçarmos porque gostamos,
seja qual for o nosso caminho,
a amizade é isso,
a amizade é não julgar, não acreditar num ponto que se acrescenta,
não duvidar,
a amizade é aceitar as decisões,
o amor não é uma coisa e a amizade é outra,
o amor é o mais puro sentimento da amizade,
não tem preço, nem hora, nem peso, nem volume,
tem sorrisos, vontades, tem gente,
tem sangue, tem palmas, choros e gargalhadas,
a amizade é isso, nunca passar,
nunca desacreditar,
a amizade é isso...
só quem tem amizade pode ter o resto,
mas isso só quem a tem!

domingo, 24 de Agosto de 2014

Os 180 graus do mundo


Anda tudo ao contrário,
O contrário anda em tudo,
O sozinho está com a multidão,
A verdade é uma mentira,
O sol não nasce para todos,
Os concertos passaram para quem não gosta,
O acordar cedo passa para tarde,
O tarde começou a ser cedo,
A praia passou para a montanha,
Os juntos estão longe,
Os livros passaram a melodias,
As revistas viraram ipads,
Os ipads viraram conversas de café,
O café passou a ser em casa,
A casa deixou de ser,
A mochila mudou de sítio,
O coração passou para o cérebro,
O cérebro está nos pés,
Nos pés porque o terreno tem que ser lavrado,
As cidades passaram a ser aldeias,
As aldeias conseguiram ser desertos,
Os desertos passaram a ter turistas,
Os turistas deixaram de existir para serem emigrantes
Os emigrantes deixaram de voltar,
E estas voltas que o mundo da,
Faz pular e a avançar, mesmo o que não sai do sítio!

sábado, 23 de Agosto de 2014

A areia nas férias


Férias na areia,
Primeiras férias na minha areia,
Areia fina, areia que me ateia,
Areia sem passos, areia sem sombras,
Areia que se cola,
Cola na areia todas as memórias,
Todas pegadas que o mar não levou,
Esse mar imenso que leva a areia,
Primeiro mar nessa areia,
Areia que o vento levanta,
Areia que se molda,
Areia que vai nos pés,
Pés que se levantam em
Areia,
Terra,
Mar,
Estradas,
Areia sem pedras!


quinta-feira, 14 de Agosto de 2014

O que gosto!

Gosto dos amigos,
Do amor todos os dias,
De torradas com manteiga e sumo de laranja,
De esplanadar até o dia acabar,
De música, da minha e da que me trazem,
De bolas de Berlim da praia,
De sorrisos e afectos,
De um copo partilhado sem segredos,
De um sorriso verdadeiro,
De uma gargalhada à mesa das partilhas,
Dos amigos,
Da praia em dias quentes, de nevoeiro ou de vento,
De calcorrear sítios que não conheço até me cansar,
De lareiras acesas, com presunto e queijo,
Da neve lá fora e do frio a arrepiar-me a cara,
Da vida com o meu farol iluminado,
De histórias e de estórias,
Do mar mergulhado,
De estradas sem destino,
Do alcatrão a perder de vista,
Do que ainda me resta descobrir...

segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

Tempo do não tempo

Há tempos para lá do que sentimos,
há mares navegados de todas as formas,
essa forma que me transformei e virei,
esse mar que me tem,
com espuma, azul, tem ondas e nevoeiros,
tem barcos, vida, tem sons ao amanhecer,
e luz ao entardecer,
é frio, arrepia, bate-me em cada onda que não existe.
Há tempos que se vive o tempo que não parou,
há tempo que pára nas horas que não existem,
há tempo que não anda, mesmo que o relógio avance,
há tempos que o tempo não percorre,
há um tempo para tudo,
há um tempo para nada,
nada que muda o tudo, neste tempo que é meu.


terça-feira, 25 de Junho de 2013

Ao contrário, eu?


Às vezes não sei,
não sei mesmo,
é-me difícil perceber e aperceber,
é complicado distinguir,

se o mundo anda todo ao contrário

ou serei simplesmente eu!

terça-feira, 11 de Junho de 2013

Muse com amor!

Muse no Estádio do Dragão (Miguel Oliveira)

























Tudo começou em dezembro de 2012 quando decidimos comprar os bilhetes, foi uma decisão de coração e um pedido ao Pai Natal, eu sabia que iria ser a melhor prenda, pelo concerto, pela Su que viria e por ser no Dragão.
Faz falta ao norte concertos destes não termos que percorrer 300 km, para vermos o que melhor há na música.
Conheço os Muse desde 2000, e já os tinha vista no Rock in Rio, mas desculpem os fãs de festivais que assistir a concertos fora dos festivais é sempre outra emoção.
Fomos as três, como sempre parece que o tempo desde a última vez juntas, não tinha passado, a nossa amizade vive dentro de nós, e corre nas nossas veias, por isso mesmo a distância será sempre curta, porque a nossa vontade é sempre maior.
Lá no concerto havia outros amigos, que também fazem parte da nossa vida, em casa estavam os meus amores. Felizes porque eu estava feliz, e assim é o amor e amizade ficarmos felizes de os outros estarem felizes.
Eu sou suspeita, porque adoro os Muse desde a sua existência, mas mesmo com uma sonoridade diferente cada álbum é uma surpresa, e quanto mais se ouve mais se quer devorar.

O ambiente no Dragão estava lindo, a música bateu dentro, tocou-me como se tivesse dedos, sentia como se fosse minha, e fez-me mais uma vez viver dentro da música.
A música também é o meu farol, e cada vez que algo me surpreende eu sinto a felicidade que tenho.

Assim, sou feliz com os meus amores, onde vivem também os meus amigos e a música que se descobre muitas vezes das capas. O concerto de ontem não teve capas, foi aberto, foi fabuloso, foi dado, e eu senti-o em cada palavra.

Obrigada Muse.

sexta-feira, 7 de Junho de 2013

Boleia com vento

Ryan Mcginley

Apanhava boleia nessa carrinha sem destino,
apanhava-te com vento,
e ia ia ia
r e s p i r a v a
o l h a v a
s e n t ia

hoje era dia...

quinta-feira, 6 de Junho de 2013

Vou começar a escrever-te

Robert & Shana





























vou começar
vou começar a escrever-te até as palavras doerem,
vou começar a descrever-te até os dias não pararem,
vou começar aqui no farol,
vou recomeçar de novo onde nunca parei,
vou escrever-te sempre que as palavras saírem das teclas,
vou escrever-te no tom da minha alma,
vou sentir este vento e estas palavras a saírem de mim,
vou escrever-te para que oiças bem alto,
vou tirar todas as palavras que pulsam a pele,
vou adormecer e espreguiçar-me em cada letras que me conduz,
vou começar....

quarta-feira, 16 de Março de 2011

A GRANDE A.

Já não escrevia desde Setembro, desde que o meu Grande Pai, foi internado, e volto às escritas com a minha Grande A.
Estou aqui sentada numa cadeira de Hospital a admirar-te a dormir, sim tu que mesmo a dormir lutas,
sim, tu que tens uma força e um agarrar à vida que me faz admirar-te ainda mais e mais,
és especial e já passaste neste teu pouco tempo de vida, mais do que eu, em 34 anos,
mas revelas dentro de ti, força, querer e vontade, que me ensina no dia-a-dia, o que é querer viver.
Tornaste o meu mundo maior, mais criativo, mais alegre, mais firme e mais o que ainda não sei que existe,
estou aqui ou ali, e sempre em ti, e tu navegas comigo sempre,
és luz de farol, tens vento dentro de ti,
tens uma alegria e um sorriso que me abraçam logo pela manhã,
agora estás aí, sem sorriso, a lutar mais uma vez,
mas já te queixas e já pedes bolachas, por isso meu amor a luta é nossa, mais tua, é sempre mais tua, e mais uma vez tu és GRANDE, e ensinas a qualquer um, como se deve viver.
Ver-te aí, deitada nessa cama, faz-nos sentir impotentes, mas com a esperança sempre, que todo o poder é teu minha Grande A. , tu és o MUNDO INTEIRO, e eu, o teu, pai, os avós, a família, os amigos e todos os Santos que velam por ti, só te querem ver a gatinhar outra vez lá por casa e a pedir pão.
Amo-te minha GRANDE A.

segunda-feira, 6 de Setembro de 2010

Quando a máquina nos faz parar!

























Imagem:666anjanegra.blogspot.com     
                                                                                                 
O coração do meu pai é guerreiro,
é guerreiro vermelho e cheio de amor,
é um coração enorme onde cabemos todos,
todos os que lá habitam, todos a quem ele se dá,
é um coração guerreiro,
que vai ter que lutar todos os dias porque bloqueou,
atirou-o para uma nova vida
mas continua grande,
enorme,
cheio de amor, e mais amor, cheio das pessoas que ele ama,
cheio de amizade,
as artérias mandaram-no abaixo, e com ele fui eu também,
ansiosa, receosa, cheia de temor para que a máquina não parasse,
e não parou, ficou tocado mas não parou,
ele também não parou de nos amar a cada minuto, e eu em cada minuto o amo mais e mais,
aquele coração bombeia, e não vai parar que eu, ele, e quem o ama não vai deixar,
é o coração guerreiro que quer viver, viver devagar,
mas viver com força,
coração de guerreiro é o dele o do meu pai, que me acompanha sempre!

quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

As férias

As férias têm sido com pouco vento do norte, ou quase nenhum, muito calor, muito sol, e muito tempo dentro de casa porque lá fora infelizmente a chuva não cai, mas o sol tosta.
Tosta o sol e, eu tosto também, fui feita para o frio, sempre o disse, mas este ano tenho a certeza que o meu caminho é mesmo o norte e sempre mais a norte.
A água do mar, essa sim merece o meu destaque está deliciosa, quente o suficiente para não congelar a cabeça, mas refresca do calor de cá fora.
Esta incursão pelo Algarve fora do mapa, tem tido algumas saídas bem dentro do mapa, mas no gastronómico, conheci, o Rui de Silves e a Taska em Faro, o primeiro mais vulgar mas come-se um marisco dos Deuses, o segundo vale pela simpatia, pela boa disposição das empregadas todas de camisa branca, e pela deliciosa comida, de comer e chorar por mais. Pela primeira vez comi um comida tipicamente Algarvia, que eu nunca tinha ouvido falar o Xérem de conquilhas e gambas, um verdadeiro manjar com as maravilhosas plantas algarvias e um arroz de lingueirão que vale mesmo a pena conhecer.

O Burgau é uma simpática Vila Piscatória, onde quase me esqueço que estou em Portugal, até no Aparthotel, para pedir um café, tem que ser em sotaque e pronunciado em Inglês...

Ps: Como estou num mac da apple, e n\ao percebo nada disto não consigo copiar uma foto para vos mostrar, assim ficam apenas as minhas palavras desenhadas.

sexta-feira, 30 de Julho de 2010

O farol vai procurar o vento do Norte



















Vamos de férias, eu o Farol e o Vento, a mala vai cheia de amor e mais amor, vamos de férias a três e iremos juntar-nos a outros, vamos descobrir caminhos e procurar novos ventos.

quarta-feira, 28 de Julho de 2010

As benevolentes


























As mais de 900 páginas do Livro as Benevolentes de Jonathan Littel já está à minha espera na Fnac.... vou ocupar-me dele pelas férias.

sexta-feira, 23 de Julho de 2010

A Xana na água

























A Zaclis mandou as fotos, todas lindas a Xana adora a água e por aqui se vê!

A "Tia" Marta deu o sapo, que ela não larga, não.

Bom fim de semana

sexta-feira, 16 de Julho de 2010

Amanhã há arraial

Amanhã, os amigos vão se juntar na casa do meu pai, sim na casa do meu, na casinha feita por ele pedra por pedra, haverá vinho, música, amigos, sarduinhas, costeletas e muita alegria.

Lá vos espero!

terça-feira, 6 de Julho de 2010

A Final que espero!
































Apesar do Uruguai ter dois jogadores do meu Porto o meu coração leva-me a apostar numa final Europeia entre uma laranja não tão mecânica e uma Alemanha novinha mas cheia de raça.
Quanto à Espanha espero que vá embora rapidinho e com muitos golos na manga, porque eles são tudo menos nuestros hermanos. Eu nunca torceria pela Espanha, excepto no Tenis pelo Rafael Nadal por causa da minha mãe que é a sua maior fã.
Na final apesar de gostar da Holanda acabo sempre por pender pela minha Alemanha, país que está no meu coração.

quarta-feira, 23 de Junho de 2010

Vou ali e já venho!

























Até à volta vamos molhar o pé!

segunda-feira, 21 de Junho de 2010

Encheram-se de orgulho! E lá foram 7!

Imagens roubadas aqui

PORTUGAL - COREIA DO NORTE 7 - 0

RAUL MEIRELES (29')
SIMAO (53')
HUGO ALMEIDA (56')
TIAGO (60', 89')
LIEDSON (81')
CRISTIANO RONALDO (87')

Queremos todos festejar














Hoje com garra, com força, com querer,
nós cá estaremos todos a torcer sem vuvuzelas!

sexta-feira, 18 de Junho de 2010

Intimidade




















Imagem retirada de http://bertachulvi.wordpress.com/

No coração da mina mais secreta,
No interior do fruto mais distante,
Na vibração da nota mais discreta,
No búzio mais convolto e ressoante,


Na camada mais densa da pintura,
Na veia que no corpo mais nos sonde,
Na palavra que diga mais brandura,
Na raiz que mais desce, mais esconde,


No silêncio mais fundo desta pausa,
Em que a vida se fez perenidade,
Procuro a tua mão, decifro a causa
De querer e não crer, final, intimidade.


José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"

(Obrigada Xana pela partilha deste poema)


(Azinhaga, Golegã, 16 de Novembro de 1922 — Lanzarote, 18 de Junho de 2010) ficará sempre inscrito nas letras.

terça-feira, 15 de Junho de 2010

Alexandra

A Alexandra está constipada, cheia de tosse, toda fungosa,  mas mesmo assim ainda se ri, ,
Portugal empatou com a Costa do Marfim,
dormi mal,
doi-me um dente,
não. doem-me dois
por isso o dia está a correr bem...
mas para compensar e o meu dia alegrar chegou este album cá a casa, amei, mesmo! Grande Surpresa

segunda-feira, 14 de Junho de 2010

Caderneta: Roque Santeiro






































Quem não se lembra?

Do professor Astromar, do Zézé das Medalhas, da viúva Porcina, do fantástico Sinhozinho Malta, o famoso Roberto Mathias, o padre Hipólito e a viúva virgem, a D. Pombinha e sempre sentado à porta da igreja o maravilhoso Toninho Jiló e o Cego Jeremias sempre a cantarolar ao som dos passos de quem passava, o João Ligeiro e o Delegado Feijó que bem que gostava da discoteca Sexus onde dançavam a Ninon que adorava o lobisomen e a loira Rosaly e para terminar cidade que era cidade tinha que ter um prefeito chamado e aclamado Florindo Abelha, e um beato Salu. Isto tudo sem esquecer o Santo que nunca morreu o grande Roque Santeiro.

Foi tão bom recordar esta novela de 1986, que se ainda passasse hoje ficaria presa à televisão, porque essa sim era uma história e entretinha famílias.

domingo, 13 de Junho de 2010

Os cromos da Panini - voltei!




















Quando era miúda não falhava uma colecção do campeonato do mundo, começou quando a Itália tinha aqueles jogadores todos giros, e eu queria coleccioná-los, o mais engraçado é que quase acabei com a caderneta e ficaram a faltar-me 3 cromos de Itália.... O interregno foi grande que me lembre desde 1992 que não faço. Também fiz outros, lembro-me da caderneta da novela do Roque Santeiro, ainda a guardo religiosamente na casa dos meus pais.


Mas este ano resolvi recomeçar e cá estou eu a comprar cromos a encher a caderneta e à espera de conhecer mais alguém que faça para poder trocar os cromos, posso sempre ir a uma escola primária ou ao antigo ciclo, tentar conhecer um miúdo que ande com a caderneta debaixo do braço.

sexta-feira, 11 de Junho de 2010

Já começou




















Este mês os posts são dedicados ao Mundial, porque a aventura já começou!

sábado, 29 de Maio de 2010

Eu fui, nós fomos!

Eu fui,
ouvi, senti, vibrei, saltei, dancei, berrei, cantei
eu fui
cresci, sonhei, voei, atingi as nuvens,
senti o vento,
robelei em pensamento,
e amei
amei tudo!

Snow Patrol, maravilhosos, fabulásticos a pedir bis e mais bis, a pedir, voltem a pedir mais, a pedir que não mudem.
A Rita Red Shoes ainda vai ter que crescer mais um bocado para se assemelhar à Martha Wainwright, mas valeu por terem cantado "Set the Fire to The Third Bar".

Muse, que adoro já há uns anos, conheço o grupo desde 1999, e já tinha perdido o Concerto no Atlântico graças à Gripe A, mas agora sim, agora foi, e foi um concertaço de pôr o Parque da bela Vista todo em delírio, em extâse.

Eu fui, nós fomos (o ricardo, a cris e o Zé), todos - uns com mais apetite que outros, mas no fim o pensamento era idêntico, e saltamos e dançamos.
O Miguel e a CRistina também foram e nós também os vimos.
A pikena ficou comodamente instalada com o padrinho e a segunda madrinha na Atalaia a dar ao rabo e a palrar.




sábado, 15 de Maio de 2010

terça-feira, 11 de Maio de 2010

Já roda cá em casa!




The National - Bloodbuzz Ohio (NEW ALBUM: High violet - 2010)

sexta-feira, 7 de Maio de 2010

Ontem foste sublime!


Rufus Wainwright

De negro entraste numa performance invulgar, fizeste-me pensar o quão diferente estavas, sem palmas, sem conversas, foi assim a tua primeira parte com um voz poderosa - calaste o Coliseu.

De branco começaste a segunda parte cheio de energia, de conversa e boa disposição, arrepiei-me, emocionei-me e deliciei-me mais uma vez.

Obrigada meu Rufus... sim! já todos sabem que tu és meu!




Vale a pena ouvir-te sempre, eu e a Su ontem tivemos esse privilégio!

quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Meu amor


Imagem: Marta Ferreira

Espantado meu olhar com teus cabelos
Espantado meu olhar com teus cavalos
E grandes praias fluidas avenidas
Tardes que oscilam demoradas
E um confuso rumor de obscuras vidas
E o tempo sentado no limiar dos campos
Com seu fuso sua faca e seus novelos
Em vão busquei eterna luz precisa

Sophia de Mello Breyner Andresen

quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Mourinhete à milanesa!






Já vos disse que sou uma Mourinhete?

Já o sou, há alguns aninhos, desde que ele veio para Portugal e o conheci. Li os livros todos dele, segui a carreira dele, depois do meu Porto, até que para minha felicidade ele foi parar à minha segunda equipa que sempre gostei, que tinha uma camisola desde míuda, o INTER, e lá ,ontem calou o BARÇA, que também gosto muito sim, mas náo contra o meu Mourinho.

Esta relaçáo que tenho com o INTER deve-se de certeza aos tempos de adolescência, onde no espelho do meu quarto, colava as fotos da Selecção Italiana, a minha segunda selecção, desde o Maldino, ao Roberto baggio, ao Buffon, entre outros. Então eu achava quem torce por uma selecção, tem que ter uma "squadra", e daí foi fácil, equipa azul de uma cidade parecida com o Porto, só poderia ser o INTER, ainda mais quando aos 14 anos o meu equipamento de volley era com as cores do INTER, aí sim fiquei completamente rendida.

Do Mourinho estou rendida há uns anos, e fico feliz sim quando ganha, e quero que ganhe a Champions outra vez, uma pelo meu PORTO e outra pelo meu INTER, cereja no topo d bolo....


quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Até já!




Vamos todos até Praga....
Até ao regresso!

quarta-feira, 7 de Abril de 2010

terça-feira, 30 de Março de 2010

De volta ao trabalho




Pois é, estou de volta ao trabalho... as setas aumentaram e aumentam a cada dia que nos envolvemos em mais uma coisa....

sexta-feira, 19 de Março de 2010

Dia do Pai!







Ao meu e ao teu Alexandra, a todos, mas principalmente ao meu e ao teu, ao meu por tudo aquilo que sou, ao meu porque nunca desistiu,
ao meu porque me abraça todos os dias,
ao meu pelos mimos que nunca me faltaram,
ao meu pelas palavras mais certeiras quando foi e é preciso,
ao meu porque é meu é enorme, é grande é o meu verdadeiro campeão,
ao teu Alexandra,
porque te pôs nos meus dias,
ao teu porque te embala no seu coração,
ao teu porque desde o primeiro batimento agarrou-te à sua vida,
ao teu quando se emocionou na primeira vez que te viu,
ao teu quando te pegou a primeira vez ainda estavas na incubadora,
ao teu quando me agarrava na mão e dizia o quão forte tu eras e és,
ao teu que nunca te falha,
ao teu que vai sempre contigo para todo lado,
ao teu para quem deste os primeiros sorrisos e guinchos,
ao teu para quem a voz tu reconhecias em qualquer parte desde sempre,
ao teu porque é teu,
e que te agarrou a esta vida para sempre,
ao meu porque me fez feliz,
ao meu que nunca me largou,
sempre foi um escadote nos meus dias,
ao meu que é teu avô e te sorri e te ri e te assobia,
ao meu que te embala a ti e te faz feliz,
ao meu que vive num passarinho,
ao meu que é meu, ao teu que é teu e de facto tanto um como o outro são nossos.

Amamo-vos!

segunda-feira, 15 de Março de 2010

Alice à Tim Burton





Esteticamente o filme é um espetáculo exuberante, com um toque mágico e inconfundível de Tim Burton. É difícil imaginar outro realizador para esta fábula.

Imagino o dia-a-dia do Tim Burton ele deve mesmo viver num país imaginário e imaginado por ele, numa fábula contínua.

Eu gostei do filme, eu sou encantada por locais mágicos..

sexta-feira, 5 de Março de 2010

A partir de hoje nas livrarias




o Outono visto pela janela

na casa onde nasci havia sons e cheiros meus
as pessoas que os tinham emprestavam-mos à memória
e eu incluía-os como amigos íntimos
nesta não tem gente
ou se tem não têm cheiro
nem som porque eu não me lembro
gastei toda a memória nas pessoas antigas
e o espaço para as novas é um T1 que fica muito para além do T
onde eu estou sem visitas
fechado à medida de não deixar entrar
preciso do que já foi como do próximo ar para me lembrar que foi bom
eu já fui bom
agora não sei
mas já fui
juro que fui
e quero gastar as únicas energias a fazer manutenção às memórias
p’ra que nenhuma se perca
era pena
é que até a gente que me fez por dentro como a um cofre já não existe
e quero mantê-los ligados à máquina para sempre
e a máquina sou eu
e para sempre sou eu
anda
aconchega-te no mofo do T1
finge que és de antigamente para te dar os beijinhos de quando era pequenino
cheiras à minha avó
à roupa no estendal
à canção do fim dos bonecos
ao banho que está a ficar frio
ao grito do granizo do dia mais longo em que a casa esteve para cair
tu cheiras e sabes ao dia em que a casa esteve para cair
que foi no mesmo dia em que resistiu
como se estivesse ali desde o início dos tempos
e os tivesse começado para eu os acabar
acabar
acabar
acaba comigo que me falha a lembrança
e restas-me como a folha que esteve para cair
e que só não caiu porque o mundo acabou antes do Outono


João Negreiros in a verdade dói e pode estar errada
Colecção Camões & Companhia da Saída de Emergência

segunda-feira, 1 de Março de 2010

Não falto não!





O melhor cartaz de sempre no mesmo dia, Rock in Rio 2010.

É um sonho tornado realidade.

Um dos maiores marcos na história dos Snow Patrol foram as 91 semanas que o tema “Chasing Cars” esteve no Top 75 britânico, recorde que apenas foi ultrapassado por “My Way” de Frank Sinatra. E depois de passar a fazer parte da banda sonora da série “Anatomia de Grey”, o mesmo tema conseguiu entrar no Top 5 americano.

Os Muse são a primeira banda a marcar presença no Rock in Rio Lisboa 2010. A banda britânica é cabeça de cartaz no dia 27 de Maio, fechando assim as actuações no Palco Mundo.

domingo, 28 de Fevereiro de 2010

À Cris!



Um Amigo

Um amigo é fruto de uma escolha.

É uma opção de amor

É a descoberta da alma irmã.

É a consciência clara e permanente de algo sublime
que não está na natureza das coisas perecíveis.

É um tesouro sem preço, um gostar sem distância,
de alguém presente em nosso caminho,
nas horas de dúvida, de alegria, demais para ser perdido,

importante para ser esquecido.


Antoine Saint Exuperry

Desta vez fui buscar palavras de outros para te dizer tudo o que sinto... de facto nunca conseguiria dizê-lo desta forma.

quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

Para a Su!

Assim,


ou assim,


se calhar assim,


então assim,


sempre juntas em tantas estradas,
em tantas noites bem e mal dormidas,
em trabalho de campo ou em manhãs na praia,
sempre juntas... e assim seremos seja qual for a estrada de cada uma.
Estás e estarás sempre connosco..

Feliz dia, feliz aniversário e que estes números redondos arredondem a tua vida.