sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Os ginásios



Sempre detestei ginásios, e tudo o que os rodeava, a música normalmente bem alta para que todos oiçam mas sempre a mesma..., as aulas com nome sempre de body qualquer coisa, bem que podiam ser chamadas murros em dança, socos no ar, mas os nomes body pump, body attack, soam sempre melhor.

Nas passadeiras corre-se, corre-se, corre-se para chegar a lado nenhum, a bicicleta sobe e desce montanhas quietas, as roupas dos utilizadores sempre o último grito, combinadíssimas e sem qualquer encorrilho, se possível com as marcas a piscar, os cabelos sempre ao vento que não existe, as conversas de ocosião, pde ser que leve a mais algum lado.
Os corpos, bem definidos, com os músculos bem salientes e mais um peso a ajudar a tonificar mais qualquer coisa.

Diga-se adoro desporto, nunca gostei foi de ginásios, sempre fui um bocado preguiçosa correr, não era bem o meu ideal para um fim de serão, pesos nas pernas nos braços, deitada ou de pé, quantos menos melhor, sempre fui atleta mas gostava era da competição da adrenalina do jogo, do convívio com as amigas e com os treinadores.

Nunca gostei de ginásios, mas lá estou, se calhar como quase todas as outras pessoas!!!!

Não sabia era da existência dos profissionais do ginásio, fazem todas as aulas, são especialistas do step, do peso, saltam a cordam, transpiram na bicicleta, entram às cinco da tarde e quando a empregada da limpeza já suspira pelo último cliente ainda se agarram às máquinas para queimar a última caloria. Fazem os exercícios com um rigor, já todos de cor, olham-se no espelho e admiram-se o quão bom são à beira destas novatas que chegam e tropeçam logo nos pés, que correm atrás dos outros e elevam o braço esquerdo ao invés do direito.... que erro!!!!! ai, ai, ai!!!!

Mas minha gente o que conta é fazer qualquer.... nem que seja ao contrario, nem que seja 10 minutos a uma velocidade lenta.

É verdade que a culpa disto tudo, é do presunto, da manteiga, das francesinhas especiais, da batata frita, da chouriça, da morcela, do queijo da serra, dos patês e dos rojões minhotos, o exterior não se nota, mas estas comidas deliciosas colam-se no interior e depois ai, ai, o colesterol, os triglicerídeos!!!!!

E, pronto la fui eu pedalar, bombar, e como dizem os brasileiros malhar, para um ginásio!

12 comentários:

Anónimo disse...

Olha, olha ... sê benvinda à tribo!

Aqui o escriba é cardio-fitness, e garanto-te que se levares a coisa na boa vais-te divertir que é um fartote.

Esses profissionais de que falas até têm nome e tudo, são os "vigoréticos" e dá um gozo vê-los ali a alçarem a manga, a comparar bíceps, músculos e afins!

Anónimo disse...

POST SCRIPTUM Ou muito me engano, ou isto é prosa!

NuNú disse...

Bom, menina, confesso que era fã dos tapetes e bicicletas estáticas. Acho que foi devido a que só consegui aguentar cinco minutos na minha primeira e última aula de aeróbica hehehehehe

Porque é que não te fazes novatas profissional?

Luísa disse...

Sessões de movimento!Sessões de música pump-attack, ou movimentos pump-atack? Ou a música funde-se nos movimentos?
Bem, serão sempre momentos diferentes.
Entre o ballet e estas sessões vai a mesma distancia que entre a poesia e a prosa tertuliana...
Boas sessões...mas não entres no espírito!

Claudia Sousa Dias disse...

é quem olha para ti nunca pensa que precisas de ir ao ginásio!

já eu...


CSd

~pi disse...

(...)

tenho nas mãos este amor ridículo


amor de filme esta


terra antiga de longa solidão (...)


ginásios odeiU ]



BEIJO

rosasiventos disse...

(...)

tenho nas mãos este amor ridículo


amor de filme esta


terra antiga de longa solidão (...)


ginásios odeiU ]



BEIJO

Ad astra disse...

fizeste-me rir!

beijo!

Adriana disse...

Não consigo me mexer sem sair do lugar...

Airam disse...

Grandes Profissionais do Desporto :P

tonsdeazul disse...

Mas em Guimarães não é preciso frequentar ginásios! Aí há lugares tão bons para correr, pedalar e até mesmo caminhar!!

alerts disse...

leather handbags
bags
bag
handbag
handbags