domingo, 23 de março de 2008

Chegou o vento da Primavera!

Imagem: Zhang Meng


Chegou o vento da Primavera,
e com ele,
estremece tudo,
chegou o vento que
arrasta todas as ilusões,
e abraça todos que caminham na rua.

E com ele sente-se o crescer,
caminhamos ao sabor dele,
com vontade que ele nos bata,
com o sol da Primavera,
com vontade que ele nos mude,
com os passáros que voltam,
com vontade que ele nos mime,
com os dias que se perdem de vista,
com vontade que ele exista em nós,
para que o norte não nos fuja, em dias quentes,
com vontade que ele sopre e se sinta,
com vontade que ele nos leve,
com as flores que desabrocham,
com vontade que exista,
com vontade

vontade,
vontade,
vontade,
vontade,
vontade,
vontade,
__________de todo o vento soprar para de mim!

13 comentários:

storytellers disse...

Como uma canção de primavera, que enche tudo

lupussignatus disse...

Sopro que embala...

Fernando Santos (Chana) disse...

Cara amiga, belo texto sobre a chegada da Primavera, belo vento do Norte...
Bejos

°0o *£ú o0° disse...

O vento é sempre algo misterioso, mas sempre que pararmos pra senti-lo, podemos perceber que ele nos abraça nos acalma, nos leva a um segundo de silêncio que nos transporta além do horizonte...

Obrigado pela sua visita e volte sempre, tenha uma ótima semana!!!

Graciela de Palomas de Papel disse...

AMIGA!!!, en el hemisferio norte ha llegado la primavera, por aquí el otoño...pero los días están preciosos. Mis beijos y abrazos.

tonsdeazul disse...

E é um vento frio, mas que sabe tão bem senti-lo no rosto.

Anónimo disse...

E é um vento com sabor a mar...
E é um vento com sabor a amar...
Que bom é poder sentir.
Que bom é poder vivê-lo!


Just a friend

SILÊNCIO CULPADO disse...

Dalaila
Lindissimo este poema, esta vida que sopra na pele, que estremece e anseia por mais vida.
Esta mágoa sofrida e reinventada pela vontade que se perde de tanto ser vontade.
Onde é o caminho? Está o amor à espera?

Beijinhos

Marinha de Allegue disse...

Prezado sopro trae arrecendos florais...

Beijos de primavera.
:)

Dalaila disse...

Sim, Story todas as canções que o vento nos traz.

Lupus!

sopro de vida

Olá Chalana!
não o perco...

Sim, Mundo da Lua! o vento é isso, o mistério que nos sacode

Olá Palomas, quem me deva ver esse outono

Olá tons de azul, e chega a primavera devagar

olá minha querida just a friend! vive-lo dia a dia intensamente

Ola Silêncio!
As tuas palavras sentem-se com vento sempre

Ola Mariinha!

e cheiram em todo o lado, perfumam o ar

K disse...

Que o vento da primavera te encha de boas coisas!

Beijo

Cometa 2000 disse...

dalaila, a fotografia é lindíssima!

como a primavera!

Ad astra disse...

tudo dito
:)