terça-feira, 6 de janeiro de 2009

O Vento do Novo Ano


Imagem: Silaev

Chego com vontade de partir!

volto mas os olhos ficaram lá,
o coração veio comigo,
o corpo também, porque a alma está de mãos dadas no meu peito,
regresso de va gar, porque a minha bússola não me falta,

encontrei o meu norte há mais de um ano, e neste ano ele ruma pelo mar, nas estrelas, nos caminhos, nas estradas, montanhas, quer faça chuva ou sol.

Derreti-me na neve que não faltava, saltei nas pranchas do sonho,
e voltei,

voltei neste novo ano,

onde a imaginação não falta,
onde as luzes dentro das casas são memórias presentes,
onde as orelhas nunca tinham frio,
onde os lábios se aquecem noutros,
e onde marquei o meu caminho, que é sempre rumo ao norte!

rumo a este ano, onde as colheitas serão feitas a meias,
onde todos os frutos serão colhidos por inteiro,
onde as curvas dos corpos se entrelaçam nas estradas.

o fogo pintou o céu em paletes de todas as cores,
pintou-as com rasto até aqui!

5 comentários:

Zé Carlos disse...

Que seja então um bom ano para todos nós :-)

Bjinho, zé

Anónimo disse...

Olha, olha quem regressou das terras distantes ...
Um Bom Ano para ti!

rosasiventos disse...

flores que se despem,

flores que se desenrolam,

( belas :)

Su disse...

Ahhh pois é...
E o amor é lindoooo.
Voltaste, bem contigo e bem acompanhada.

splendid disse...

balenciaga handbag
balenciaga handbags
balenciaga
balenciaga bags