segunda-feira, 30 de março de 2009

Domingos!




Ontem foi noite de cinema, mas não foi como as outras, foi especial!

Recebo um telefonema de Tarde, que só me diz: O Leitor? ou o Gran Torino?
Resposta minha, o Leitor, então entre trocas de sms, combinamos às 22.00h no Teatro do Campo Alegre.
Teatro do Campo ALegre?
Nem sabia que tinha sala de cinema....
Ninguém pelas ruas, na bilheteira, só uma senhora perguntava: Cartão jovem, de estudante, ou algum com desconto?
Resposta do RG cartão de mais 85, serve?
Entre sorrisos lá pagamos o bilhete normal.... e entramos na pequena sala de cinema onde as cadeiras sobravam e sobravam.

Eu no meio dos meus amigos, era uma noite de gajos... eu gosto de noite de gajos, não teve foi copos, mas teve conversa, risos e abraços... e lá estava eu com o meu RG, com o meu mano RA e com o JNC, uma felizarda, digo a todos, porque uma noite com eles não importa aonde vamos, o que vamos fazer ou ver, vale apenas por estarmos ali os quatro.

O Filme, não me interessava para o caso, porque já estava radiante e satisfeita, mas a tela abriu-se e espantou-me o coração, o corpo, a alma... um filme com um argumento brutal, forte, com enredo, com tudo.....

Assim, é uma noite de Domingo!

13 comentários:

Adriana disse...

Filmes violentos não são meu forte,prefiro coisas romanticas...

~pi disse...

a ver então :)





~

Anónimo disse...

É uma extraordinária história de Amor!

Luísa disse...

Duas peliculas: a da vida e a da tela!
Haverá melhor?

Marta disse...

Sabes que ainda não vi?
E estou mortinha por ver!

Por muitos motivos e mais 1.

beijo, princesa

SILÊNCIO CULPADO disse...

Dalaila

O cinema faz falta e o Gran Torino é um filme que vale a pena. Mas melhor que tudo é esse sentimento de loucura e desprendimento, imprevisível mas certo porque o calor de pessoas dentro faz sentido mesmo quando o sentido se perde.

Abraço

tonsdeazul disse...

A história deste filme é muito bonita. Sim também aconselho. Não li o livro, mas quem leu diz que também está muito fiel ao livro.

K disse...

Ontem, estive quase, quase para o ir ver!

E agora mais do que nunca!

Beijos

Claudia Sousa Dias disse...

o leitor já vi e verei outra vez. se calhjar, várias vezes...

csd

Anónimo disse...

Entre O LEITOR e o GRAN TORINO, era homem para escolher os dois ...

Dalaila disse...

Adriana: o tema é forte, mas é uma linda história de amor, como aliás o nosso anónimo (conhecido) salientou,

Luisinha: tudo em tudo em nós e na tela

Marta, se bem te conheço vai ver mesmo.... é lindo, forte mas lindo, é o verdadeiro amor incondicional, com textos magníficos à mistura.

Silêncio culpano e Ferreira PInto, ainda não vi o Gran Torino, mas tb quero muito.

Tons de Azul... o livro não li de facto, mas o filme captou-me

Sim Claudia, estou contigo

K: entre livros de certeza que é um bomfilme para ti

JC disse...

Arrisco dizer que o final era escusado; que ela merecia mil vezes mais ter sido nomeada pelo Revolucionary Road do que por este; arrisco dizer que aquele é muito melhor filme; arrisco dizer que o Gran Torino é, também, melhor...

Posto isto, também gostei muito d'"O Leitor".

Mas permitam-me dizer-vos que, no Domingo à noite vi um filme (na minha opinião) infinitamente superior: "Synecdoche, New York", também em excelente companhia. Este Charlie Kaufman não pára de supreender e é o autor dos melhores argumentos e pedaços de discurso das últimas décadas de cinema...

Claro que a política absurda de distribuição em Portugal, tem a data de estreia marcada para Junho apenas... o filme já passou por Cannes, em Maio... enfim, muitos dos bons filmes, ainda demoram um ano a chegar cá... ainda bem que existe a Amazon e as compras na internet.
Empresto, Dalaila, com muito cuidadinho.
Mas ainda o quero ver mais umas vezes...

Synecdoche, New YorkSynecdoche, New York (O Guião)

Dalaila disse...

Caro JC, sê bem-vindo!

Vindo de ti aceito definitivamente a sugestão, porque dos teus gostos cinematográficos não tenho dúvidas nenhumas, nem tão poucos dos teus gostos de companhias, do resto e por ser hoje é melhor mesmo não falarmos, hehehe...

E por isso, ansiosamente à espera

beijinho